segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Projeto Travessia forma 17 mil alunos da rede pública em Pernambuco

Cerimônia lotou o Centro de Convenções, em Olinda. Índice de defasagem diminuiu em 20% desde que programa chegou ao Estado.

Atores Caio Blat e Maria Ribeiro comandaram cerimônia.
(Foto: Wanessa Andrade / TV Globo)

     Um verdadeiro mar de estudantes lotou o pavilhão do Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, no Grande Recife, na tarde do último domingo (9), para a formatura do Projeto Travessia. Grande parte dos 17 mil alunos, atendidos pelo programa este ano no Estado, foram ao local receber o certificado de conclusão dos ensinos Fundamental e Médio. A iniciativa beneficia quem está defasado na relação idade-série. O Travessia é desenvolvido pelo governo estadual, através da Secretaria de Educação, em parceria com a Fundação Roberto Marinho.
      Essa é a quinta formatura do projeto no Estado. O programa já formou 144.500 estudantes, incluídos os 17 mil formandos deste ano. Desses, nove mil alunos concluíram o Ensino Médio e 8 mil receberam o certificado do Ensino Fundamental. A metodologia do Travessia é utilizada em mais de 600 escolas da rede pública, em 2.189 salas de aula das 17 regionais de Pernambuco.
    A cerimônia no Centro de Convenções foi comandada pelos atores Caio Blat e Maria Ribeiro. A decoração do espaço valorizou os artistas locais e, este ano, também homenageou o centenário de Luiz Gonzaga. Todo o resíduo gerado no evento será encaminhado a associações de catadores de lixo da capital pernambucana.
     Segundo a Secretaria Estadual de Educação, o índice de defasagem diminuiu em 20% desde que o Travessia chegou a Pernambuco. Atualmente, além de reduzir essa distorção, o projeto está incluindo milhares de jovens no contexto escolar, social e profissional, o que representa uma melhoria significativa para a vida dessas pessoas e para a economia do Estado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário