segunda-feira, 7 de abril de 2014

Cultura popular e 100 anos do Polytheama marcam primeira edição do FPNC 2014

Celeiro de grandes manifestações da cultura pernambucana, a Mata Norte será palco do maior festival de cultura popular do estado. De 08 a 13 de abril, a caravana do Festival Pernambuco Nação Cultural chega a Goiana e a mais dez cidades da região. Sambadas de maracatu, encontros de caboclinhos, de cirandeiros, de cavalos-marinhos, rezadeiras e diversas brincadeiras populares darão o tom do festival. Na cidade de Goiana, as luzes focam o Cine Teatro Polytheama, que, neste ano de 2014, completa 100 anos de existência. O teatro abrigará espetáculos de dança, circo, teatro, música e cinema. Também será palco para mostras de fotografia, ações de literatura, entre outros.


Encontro de Caboclinhos é um dos destaques da programação. Foto: Costa Neto

Uma realização do Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura, Fundarpe, em parceria com a Prefeitura de Goiana, o FPNC traz uma programação plural e descentralizada por toda região, incluindo etapa de formação cultural. Em seu centenário, o Polytheama será o QG de uma política que tem na valorização de todos os segmentos da arte uma de suas principais metas. O Grupo Experimental de Dança abrirá a programação do cine teatro, na quarta-feira (9), com o espetáculo Experimental: Vinte anos dando corpo à cidade (Barro-Macaxeira, Nada Muito Sério e Eye to Eye).

Na quinta e sexta-feira (10 e 11), a partir das 20h, o público assistirá a um recorte da música jovem e contemporânea do estado. A banda Sagarana faz a estreia da grade musical do festival, seguida pelo show inédito que reunirá os músicos Juliano Holanda e Zé Manoel, com participação de Isadora Melo.  Juliano e Zé Manoel, ambos com álbuns recém-lançados e bastante elogiados pela crítica, já são parceiros de música e de palco. Desta vez, recebem Isadora, que despontou no cenário musical do estado pelo estilo e voz brilhantes, sendo hoje uma das grandes apostas entre jovens cantoras . Na sexta, o palco do Polytheama continua luxuoso, com dois shows de virtuoses: Duo Rafael Marques e Júlio César, e Vinícius Sarmento. Imperdível.

Outro momento emocionante da programação do FPNC no Polytheama será a mostra de filmes. O Cine Teatro, quando de sua criação, foi a principal sala de cinema de Goiana. Por isto a importância de, dentro da programação do festival, no domingo, estar sendo exibida uma mostra de curtas goianenses. No mesmo dia, serão passados também curtas-metragens do Animage, que é o Festival Internacional de Cinema de Animação de Pernambuco. O ápice da programação acontece às 19h, com a exibição do premiado longa Tatuagem, de Hilton Lacerda. O cineasta, que é pernambucano, estará presente à sessão e debaterá com o público, após o filme.

SAMBADAS
 – Dezenas de grupos de maracatus estarão promovendo sambadas de maracatu rural, nos seus próprios territórios. Trata-se do Encontro de Cultura Popular da Mata Norte, que acontece pelo quarto ano, dentro do FPNC Mata Norte. Nesta ação, a Secretaria de Cultura e Fundarpe se unem à Associação dos Maracatus de Baque Solto de Pernambuco. O encontro envolverá, este ano, terreiros de mestres populares das cidades de Aliança, Buenos Aires, Carpina, Condado, Ferreiros, Glória do Goitá, Itaquitinga, Lagoa de Itaenga, Nazaré da Mata e Tracunhaém. Celeiro dos maracatus de baque solto, algumas cidades também serão palco de outros encontros. Em  Lagoa de Itaenga, por exemplo, acontece o III Encontro de Rezadeiras da Mata Norte. Lá, além de maracatu, moradores e visitantes poderão assistir a mostras de mamulengos e encontro de coco de roda.

“Já é uma marca da Mata Norte valorizar a cultura popular. Mantivemos este conceito no festival, valorizando as sambadas nos terreiros da cidades onde essas brincadeiras são tradicionais, além de levar para a Mata Norte representantes da cultura mais urbana, da música, do cinema, das artes visuais. É um festival muito rico e desejamos que pessoas de todo estado possam ir lá conferir”, coloca Marcelo Canuto, secretário de Cultura de Pernambuco.

PATRIMÔNIOS E FORMAÇÃO – Três Patrimônios Vivos de Pernambuco estão na programação do FPNC. A Sociedade Musical Curica, de Goiana; Capa Bode e Revoltosa, de Nazaré da Mata representam a tradição das bandas musicais que vêm se perpetuando, não só por sua função de entretenimento, mas ainda pela importância de serem o lugar de formação para muitos músicos que iniciam sua trajetória nas cidades do interior do estado.  A questão da formação cultural, inclusive, continua sendo uma das tônicas de todo circuito FPNC. Nesta edição, vale destacar a “Oficina de Regência”, que será dada pelo maestro Duda, na sede musical da banda Curica. Haverá também uma oficina de “Roteiros para Cinema”, ministrada por Hilton Lacerda, no Sesc de Goiana; e um “Workshop de Cenografia”, por Leopoldo Nóbrega, no Centro Vocacional Tecnológico (CVT), de São Lourenço.

POLYTHEAMA - Construído em 1914, na cidade de Goiana, o Cine Teatro Polytheama já foi chamado de Cine Nascar e Cine Rex. Localizado na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, próximo da Prefeitura e de diversas construções históricas do centro da cidade, o teatro conta com 220 lugares e foi, em 2010, entregue renovado para sua população, após reforma de iniciativa do Governo do Estado, através da Fundarpe, no valor de R$ 1,2 milhões. Na restauração, o teatro recebeu equipamento para projeção de filmes, projeto cênico, acústico, equipamento de som e iluminação, piso, cadeiras, boxes para comercialização de alimentos e bebidas, espaço para ateliês, sala de exposições e anfiteatro.

O FPNC ainda conta com uma importante programação de formação cultural, composta de oficinas, workshops e rodas de diálogo. As inscrições poderão ser feitas no dia e local das oficinas. Confira a programação completa www.fpnc.org/programacao 


FONTE: http://fpnc.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário